30.4.16

Inside Llewyn Davis


24 filmes para 2016Tema: Musicais

Inside Llewyn Davis
Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum
Dirigido por: Joel e Ethan Coen
Elenco: Oscar Isaac, Carey Mulligan, Justin Timberlake
Duração: 1h45
Gênero: Musical, Drama
Llewyn Davis (Oscar Isaac) está numa encruzilhada. Com seu violão em punho, acuado pelo imperdoável inverno novaiorquino, ele luta para viver como músico, apesar de enfrentar obstáculos quase intransponíveis - muito por sua própria culpa. Vivendo à mercê de amigos e estranhos, assustado com os trabalhos que encontra, as desventuras de Davis o levam de bares no Village a um clube vazio em Chicago, enfrentando uma odisseia para ter uma audição com um influente empresário musical - e depois voltar. [FILMOW]

“Ei, lembra quando o Poe Dameron e o Kylo Ren cantaram com o Justin Timberlake sobre não quererem ir pro espaço?” era uma piadinha frequente após o lançamento de Star Wars, fazendo referência a Please, Mr. Kennedy, uma música desse filme. Eu não me contentei em só ver a cena no Youtube, tive que assistir o filme.
 
Tinha um certo receio de não gostar do filme – resenhas que li falavam que era lento, melancólico (e é tudo verdade), além de eu não saber nada sobre música folk, muito menos desse cenário musical dos anos 60. Essa minha preocupação foi em vão, porque assim que o filme abriu com Llewyn Davis cantando eu já estava interessada – e acabei gostando o suficiente para ir pesquisar mais sobre, além de ficar ouvindo as músicas depois.

Llewyn Davis é um músico fracassado – sem teto, sempre buscando um sofá de algum amigo ou desconhecido onde passar a noite, não tem dinheiro nem para comprar um casaco de inverno. A relação mais significante dele é com o gato. Vi que muitos nessas resenhas o acharam meio babaca, mas é aquele babaca que a gente sente pena. Era tanta coisa ruim acontecendo com o Llewyn que eu ficava entre o “nossa, que dó” e o “meu filho, faz alguma coisa pra sair desse ciclo de só ter merda na sua vida” – porque dá a impressão de que ele só está nessa por causa de suas escolhas, e que não faz muito para mudar essa situação. O que me fez entender um pouco mais a Jean, personagem da Carey Mulligan, que sempre parece estar com raiva dele.  E é tudo um ciclo, desde o modo em que o filme é apresentado – o começo, que é com a cena final – até a vida do músico, que não passa por um arco de superação. Apesar disso, o filme tem seus momentos engraçados, como a já citada Please, Mr. Kennedy. 

Gostei bastante da trilha sonora, esse foi o primeiro filme que vi em que o Oscar Isaac canta, e ele não me decepcionou nem quanto a atuação, nem quanto a voz. A fotografia é toda fria – como o inverno de Nova York onde a história é ambientada – e acho que a única coisa que se destaca é o pelo alaranjado do gato.

Recomendo pra quem não se importar com histórias que não bem “vão dar em algum lugar” mas que ainda assim são muito interessantes.

“Se não é novidade, nem nunca envelhece, é uma música folk.”

2 comentários:

  1. Bom dia! Tudo bem?
    Nunca vi esse filme, mas vou deixar na minha lista pra assistir quando terminarem as provas.
    Passando pra retribuir o carinho lá no meu blog.
    Volte sempre!
    www.espinhapunk.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lista pra depois das provas é sempre enorme, né? haha

      Beijos!

      Excluir