29.4.16

Capitão América - Guerra Civil


Capitão América: O Soldado Invernal é (era?) o meu filme favorito de super-heróis num geral e claro, da Marvel. Entrei no cinema em 2014 sem expectativa nenhuma e saí de lá uma fã. Então seria eufemismo dizer que eu estava ansiosa pela continuação de O Soldado Invernal, já muito antes de anunciarem que seria uma adaptação de Guerra Civil. Como eu não conseguiria falar de outra coisa, já aproveitei que o tema da Liga Nerd Girls para a Blogagem Coletiva desse mês, como não poderia deixar de ser, é sobre esse tão aguardado filme!


Quando o governo cria um órgão para supervisionar os Vingadores, o super time de heróis se divide em dois. Um liderado por Steve Rogers e seu desejo em manter os Vingadores livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e o outro que segue a surpreendente decisão de Tony Stark em apoiar o governo na fiscalização de seus atos.

Uma das minhas preocupações é que eu queria que fosse um filme do Capitão América – eu queria o desfecho história dele com o Bucky – principalmente porque esse é o último filme solo do Steve, e a trama de Guerra Civil me soava um pouco “Vingadores” demais. Mas não foi nada o suficiente para abalar meu entusiasmo, e pouco depois, conversas sobre como eles iam adaptar a trama dos quadrinhos – em questão de motivo, número de heróis/vilões, até mesmo sobre o Homem Aranha – eram comum entre eu e meus amigos. Eu perdoo aqueles que não são #TeamCap.

E então, depois de muita espera, finalmente chegava o dia de conferir Capitão América: Guerra Civil.

Não saí decepcionada porque o filme foi muito bom! É repleto de ação – lutas muito boas que te fazem vibrar com o que acontece – e de tensão. Eu pelo menos não senti que havia algum momento em que o filme te perde ou entedia, era uma coisa atrás da outra!

Tem vários personagens sim, mas o tratamento que cada um recebe é muito bem feito e não dá aquela sensação de que tem muita gente pra pouco tempo de filme. O Pantera Negra e o Homem-Aranha são muito bem apresentados e eu saí de lá com vontade de ver o filme dos dois logo – o Homem-Aranha rouba um pouco da cena, ele e o Homem-Formiga proporcionam as melhores risadas, já características dos filmes da Marvel.

Achei que cumpriu muito bem o papel em continuar a história de O Soldado Invernal e eu surtava um pouco toda vez que o Steve e o Bucky interagiam, haha! Ainda penso que ficou mais Vingadores do que Capitão América, mas isso não é necessariamente “ruim”, já que para minha surpresa, algumas das coisas que tinham sido esquecidas em A Era de Ultron (para o meu total horror!) foram esclarecidas. Sinceramente, achei que alguns heróis, principalmente o Homem de Ferro, foram melhor trabalhados aqui.

Como adaptação de Guerra Civil, ficou claro que foi feito o melhor para adequar a história no universo cinematográfico – não tem nada que foi seguido a risca, mas tem acontecimentos da HQ que foram adaptados e são reconhecidos no filme. E apesar de eu ser #TeamCap, é muito fácil ficar em cima do muro. Para mim, ambos os times tiveram erros e acertos (em alguns momentos você quer proteger e depois já está “assim não dá pra te defender”), e eu não esperava ficar tão tensa ao vê-los brigar. Não deu pra ativamente torcer por nenhum dos lados porque eu não queria ninguém derrotado, eu só queria que eles fizessem as pazes, rs. (Preciso dizer que rolou algumas lágrimas?)

Feiticeira Escarlate, Viúva Negra e Sharon Carter: umas lindas chutadoras de bundas, queria um filme de cada. ♥  Mas sério, elas são incríveis, e depois do desgosto que eu estava do que fizeram com a Natasha em Vingadores 2 foi lindo ver ela aqui.

Os filmes do Capitão América com certeza lideram a minha lista de filmes favoritos da Marvel. Guerra Civil para mim é o melhor filme do estúdio até hoje, mas acho que preciso assisti-lo mais algumas vinte vezes para ver se ele assume o lugar principal que O Soldado Invernal (meu eterno xodó) tem no meu coração, haha. Só posso recomendar que assistam, e permaneçam até o final dos créditos, porque como já manda a tradição, tem duas cenas bem legais. ;)

4 comentários:

  1. O Soldado Invernal também era o meu filme favorito, porque é incrível. MAS perdeu o título quando assisti Guerra Civil, haha. Que filme <3

    Eu estava morrendo de medo de me decepcionar com o filme, por ser fã dos quadrinhos, MAS também já sabia que pelo rumo da história até aqui, não tinha como seguir muito bem pela história original né, óbvio. Então, fui assistir de mente aberta e uow! Me apaixonei e, com certeza, achei o melhor filme da Marvel até hoje! Irmãos Russo arrebentaram <3.

    Observação única apenas para dizer que o Homem Aranha pirralho roubou totalmente a cena e cativou o meu coração frio <3, HAHAHAHAHA. Fiquei ainda mais ansiosa pelo filme solo.

    E, sou #TeamCap até a morte. Não importa, HAHA.

    Beijoooo!

    #GoLigaNerdGirls <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fui assistir sem pensar muito nos quadrinhos, é a melhor coisa que se pode fazer. E os irmãos Russo realmente arrebentaram, só espero coisa boa dos próximos Vingadores!!

      E me surpreendi muito com o Homem Aranha, nunca fui muito fã do personagem, mas acho que dessa vez foi uma das interpretações em que eu mais gostei dele!

      Fico muito feliz de ver que tem mais gente #TeamCap por aí, porque por enquanto meus amigos estão todos do lado do Homem de Ferro, haha.

      Beijos!!

      Excluir
  2. Esse filme me deixou no chão, ah, vou dar spoilers mesmo, então se alguém estiver lendo esse comentário TA AVISADO! Aquela última luta Bucky+Steve X Tony me deixou desconcertada, eu ficava "ALGUÉM BOTA O PANTERA AI NO MEIO PRA ACABAR ISSO?!", eu taca fielmente achando que ele ia entrar no meio da briga e mandar todo mundo sossegar.
    O único momento que eu chorei de verdade foi quando apareceu o Peter pela primeira vez, eu tava tão ansiosa pra ver ele no filme, que na hora que o moleque apareceu não deu pra conter o feeling, me acabei de chorar e gritar.
    Quando começaram a promover o filme, eu fiquei com esse medo de ser um Vingadores 2.1, por um lado o filme leva CAPITÃO AMÉRICA antes do Guerra Civil, então não dava pra ser um negócio muito focado em todo mundo, mas também não podia ficar aquela coisa só Steve, se não ia ficar forçado só pro lado dele, no fim das contas ficou tudo muito bem balanceado. Na questão de conflito sobre qual lado apoiar, eu me senti muito mais divida lendo o livro/hq, porque o negócio é bem mais violento, mas so inegável mente Team Cap, eu sempre gosto de ser do contra, a resistência sempre parece o grupo mais maneiro para se apoiar hsuahusahuas
    Eu colocaria fácil fácil o Guerra Civil no top um da Marvel, eles se superaram nesse filme (o que só me deixa mais ansiosa pra ver o que o Russos vão fazer no próximo filme dos Vingadores), mas Guardiões da Galáxia ainda é o meu amor <3 shauhsauhsa eu AMO muito, muito, muito esse filme, eu já assisti tanto ele que já devo saber todas as falar.
    Só sei que esse filme me deixou loucamente ansiosa pro filme do Aranha e do Pantera <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei a chorar na hora da Peggy! Só lembrava dela na série e aí foi difícil segurar as lágrimas. Isso que você falou do filme ser balanceado eu concordo, achei que todo mundo teve o seu tempinho, e realmente ADOREI as introduções do Pantera Negra e do Homem Aranha!! Nem sou muito fã do Aranha, mas essa aparição dele me convenceu e eu quero muito ver o filme solo dele!

      E super me identifico com isso de ser o filme top, mas não o favorito, o meu continua sendo O Soldado Invernal. :)

      Beijos!

      Excluir