27.3.16

Blogagem Coletiva - Girl Power


Essa mês teve o Dia Internacional da Mulher, e uma das propostas da Liga Nerd Girls para a blogagem coletiva desse mês é falar sobre nossas inspirações, admirações e, como o título sugere, girl power!

Vou aproveitar a oportunidade para falar de algumas personagens. Acho que não demonstrei meu amor por elas o suficiente por aqui.


Jessica Jones, Trish Walker (Jessica Jones)
Claire Temple e Karen Page
(Demolidor)

A parceria Marvel/Netflix é uma que me agrada muito. Posso dizer que tanto Demolidor quanto Jessica Jones estão na minha lista de séries favoritas e isso se deve em grande parte aos personagens. As quatro aqui citadas são incríveis – com seus traumas e defeitos – complexas, fortes.

Gostei da Jessica logo no primeiro episódio, onde ela é apresentada como uma mulher comum… Bom, tão comum se pode ser quando se tem super poderes. E nesse mesmo início, quando confrontada, o primeiro instinto de Jessica é  fugir – com todos os traumas, com todo o abuso que sofreu, ninguém poderia culpá-la por isso. Mas ela decide que vai lutar, que vai tentar acabar com Killgrave – que de longe é um dos vilões que mais me assustou, simplesmente porque seu poder de manipulação, ainda que na série mais ficcional, chegou muito próximo da realidade. Quem apoia Jessica, acreditando que ela pode ser sim uma heroína é a Trish, melhor amiga dela – que também já teve seus problemas, mas continua lá, firme e forte, corajosa, querendo um mundo melhor. Achei muito bonita a relação das duas, como elas se apoiaram desde a infância e continuam se ajudando, se defendendo. Adorei também que a série explora a sexualidade de ambas – mas sem deixar que esses relacionamentos com os homens as ofusquem! O que me leva a…

Demolidor me surpreendeu positivamente com a Claire e a Karen. O foco aqui é o Matt, então eu tinha um certo receio que essas personagens pudessem ser jogadas naquele velho padrão de “interesse amoroso que precisa ser salva”. Não que isso não aconteça em algum momento, mas essas personagens têm sua história expandida.  A Karen é determinada, eu diria até teimosa, conduzindo sua própria investigação, mesmo se colocando em risco – e se livrando desses problemas sozinha. E Claire já aparece ajudando os outros (♥) e ainda assim vemos suas escolhas sobre se envolver com tudo isso. A segunda temporada foi liberada no dia 18/03, e para o meu próprio bem eu estou vendo aos poucos. A Karen continua incrível, e eu só espero coisas boas da Claire e de uma certa Elektra. :)

 

Peggy Carter (Agent Carter)

A Peggy é uma linda, e achei impossível não gostar dela desde que ela apareceu em Capitão América. Fiquei muito feliz com o destaque que a personagem foi ganhando, desde o curta, as participações em outros filmes e claro, sua própria série! ♥ O desafio da Peggy é mostrar que ela é mais do competente em um mundo dominado pelos homens – e ela faz isso chutando muitas bundas, se aproveitando do fato deles a subestimarem para concluir suas missões. O que não significa que só mostrem esse lado da Peggy, também tem espaço para os sentimentos dela e momentos de fragilidade.

Uma de suas melhores falas da personagem é “Eu sei o meu valor. A opinião dos outros não importa.”  Eu lembro o quanto eu fiquei feliz ao assistir isso, ao ver essa confiança que ela possui!

Outros pontos positivos que vejo na série da agente: 1) tem vilãs a altura – e elas são tão interessantes e inteligentes que até fico em conflito; apesar de sempre torcer pela Peggy, bate até aquela simpatia tanto pela Dottie quanto pela Whitney; e 2) as amizades são bonitas, tanto da Peggy com outras mulheres – sempre nessa do companheirismo, de se ajudarem – quanto a com o Jarvis e com o Howard Stark, que são platônicas e mostra que eles a respeitam.

Agora eu só fico aqui em agonia, torcendo para que a série seja renovada, porque não sei o que seria de mim sem mais aventuras de Peggy Carter para acompanhar.

 

Hermione Granger (Harry Potter)

Harry Potter foi muito importante na minha infância (continua sendo até hoje, pra falar a verdade) – foi a primeira vez que eu me tornei fã de algo, foi a primeira série de livros que eu li, e também foi a primeira vez que eu gostei e me identifiquei com uma personagem. Lembro que quando eu e meus amigos brincávamos de Harry Potter (oi, quem nunca? haha) eu sempre queria ser  a Hermione. Queria ser tão inteligente e corajosa quanto ela! Ao longo dos livros eu só admirava mais a personagem e suas ações – ajudando o Harry e o Rony (e alguém dúvida que eles não teriam chegado tão longe sem ela?), socando Draco Malfoy, até o F.A.L.E, haha.  E gosto muito do cabelo dela também, já que o meu é parecido, me sentia representada, haha! E por falar nisso de aparência, aguardo ansiosamente pela peça onde ela será interpretada por uma atriz negra. :)

 

Menção Honrosa

Padmé Amidala, Leia Organa e Rey (Star Wars): As três são incríveis! A Padmé e a Leia presentes na política, no comando, nas batalhas... E é lindo ver a Rey como protagonista do último filme, finalmente ver essa aventura com uma mulher sendo a principal – e é simplesmente impossível ignorar o quão badass ela é! 

Elizabeth Bennet (Orgulho e Preconceito): Ainda não pude ver Orgulho e Preconceito e Zumbis, mas antes da Elizabeth estar lutando contra esses zumbis, eu já a achava muito legal. Numa época onde a grande expectativa para uma mulher era conseguir um casamento bom, ela desafiava um pouco essa regra e se mantinha fiel aos seus valores. :)

 

E é isso, porque senão acabo incluindo mais um monte de personagens e o post não vai acabar nunca, haha. Me falem quais são as personagens femininas que vocês admiram!


12 comentários:

  1. Sou apaixonada pela Hermione: inteligente, esperta, independente, leal e generosa <3 Melhor personagem!

    Amei seu post, e nunca é tarde para postar algo sobre as mulheres da cultura pop *-*

    Beijos
    Inverno de 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Hermione é minha favorita de HP, que bom que você também gosta dela! :D

      Beijos!

      Excluir
  2. Eu sou louca pra assistir Agent Carter <3, porque eu amo a Peggy.

    MAS, de todas que você citou, a minha favorita - pelo menos, recentemente - é a Jessica, porque é algo muito "gente da gente". Dá pra se identificar demais com ela e ver a Jessica sendo forte daquele jeito e enfrentando tudo, é incrível.

    A Elizabeth também é uma personagem que amo, especialmente por lutar pelo o que ela ama em uma época em que era praticamente impossível de se fazer.

    Amei o post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não poderia recomendar mais Agent Carter! E as temporadas são curtinhas, então acho que vale a pena assistir. :)
      Gosto muito da Jessica também, justamente por isso dela ser mais "real", e ainda ser incrível do mesmo jeito.
      A Elizabeth eu já achava uma personagem muito legal, aí fui parar pra pensar na época em que a moça vivia e em como ela tinha coragem pra fazer tudo aquilo, haha.

      Beijos!

      Excluir
  3. Hermione arrasa, tem ótimas qualidades...
    Assisti ao primeiro episódio de Jessica Jones, mas não gostei da personagem, não gosto quando o personagem principal fica com aquela frescura querendo fugir de tudo. Mas como eu disse, só assisti ao primeiro episódio, então não sei dizer se a personagem evoluiu conforme a história.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu diria pra você dar mais uma chance. Depois que a Jessica se decide ela não para, haha. E aí as coisas ficam interessantes. :)

      Beijos!

      Excluir
  4. QUE POST LINDO! E mais lindo ainda porque tive contato com praticamente todas as citas! Demolidor é sem dúvida a minha série preferida (meio que porque é a única que assisto, fora Jessica Jones e Unbreakable Kimmy), Karen é um personagem que tem hora que você sente raiva e tem hora que morre de orgulho, principalmente na segunda temporada, tinha momento que eu queria amarrar ela em um cadeira e mandar ficar quieta! O único jeito dela desistir de alguma coisa é: chegando ao fim ou morrendo hsuahusa e Claire é aquela que ta sempre livrando a pelo do Matt, eu até ri na hora que você falou “interesse amoroso que precisa ser salva”, porque na verdade Claire está o tempo todo salvando ele hsuahusa queria ter feito como você e assistido aos poucos, mas quatro dias depois que a segunda temporada tinha estreado eu já tava no final ;-; NÃO PUDE ME CONTER!!!
    Jessica Jones foi uma série que eu vivi um caso meio de amor e ódio no começo, ela segue uma linha bem diferente de Demolidor, não tem pancadaria todo episódio (adoro a pancadaria daquela série), na verdade é um séria com uma ideia bem mais pessoal e por isso as coisas não aconteceram tão rápido, eu acho que só comecei a assistir pra valer depois do episódio 5 ou 6, ai assistia um seguido do outro. Mas é inegável o quanto a Jessica e a própria Trish são fodonas! Trish mesmo sem poderes, embarca ao lado da amiga pra resolver o problema, adorei!
    Ai, infelizmente ainda não assisti a série da Peggy :( quando uma série não ta no Netflix é bem difícil eu assistir, na verdade já é difícil eu assistir série, ai se eu tiver que ficar baixando pra poder assistir eu desisto de vez haha mas um dia eu ainda consigo assistir Agent Carter!
    Eu fui assistir o episódio VII de Star Wars com o meu pai, porque ele é muito fã e eu era aquela pessoa que curtia, mas não era nível amor incondicional, e enquanto o filme ia rolando eu ficava tendo ataquezinhos de alegria, fiquei toda animada quando a Rey e Finn entram na Millennium Falcon, soltei gritinhos quando o Han apareceu, quando o BB8 foi lá mexer com o R2D2 eu fiquei "MEU DEUS R2D2 ALI!!!!!", enfim... O filme acabou e eu pensei "caramba! EU ACHO QUE EU GOSTO DE VERDADE DE STAR WARS!!!! EU ACHO QUE AMO A REY! EU ACHO QUE AMO O HAN! MEU DEUS!!!!", ai fui assistir o filme mais duas vezes e assisto direto os outros episódios hsuahusah essa histórias toda é só pra dizer que eu amo as mulheres dessa galáxia tão distante, fim.
    Meu comentário ta ficando bem extenso já, mas já chegando ao final, quando a Hermione e Elizabeth eu só tive contato com elas nos filmes, apesar de eu ter há um bom tempo Orgulho e Preconceito na minha estante (só falta a vergonha na cara mesmo), mas acho que já conta, né? hsauhusa
    Enfim, adorei o seu post :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU AMEI SEU COMENTÁRIO!! <3
      E aproveito pra dizer que colocaram Agent Carter no Netflix, olha aí a chance de assistir!!
      Tô quase terminando Demolidor e sua descrição pra Karen não poderia ter sido mais perfeita! No momento tô morrendo de orgulho por ela. E ainda acho a Claire maravilhosa, falando as verdades pro Matt, haha.
      Jessica Jones eu assisti correndo, no começo eu fui nessas de "Não é uma série tão querida quanto Demolidor que eu quero fazer durar bastante, então..." e aí quando vi já tinha acabado. Acabei gostando muito mais do que eu tinha esperado gostar!
      E NEM ME FALA DE STAR WARS, que antes eu gostava um pouco, aí depois desse último filme parece que o amor não tem fim. Já vi umas 4 vezes até agora, tô começando até a tolerar o Kylo Ren (e tem a Capitã Phasma, que eu achei bem legal e espero que ela apareça mais nos próximos filmes).

      Muito obrigada pelo comentário! *-* Beijos!!

      Excluir
  5. Adorei todas as menções. Porém acredito que não vou gostar da Lizzie Bennet caçando zumbis (na verdade essa história me dá arrepios porque odiei). A Peggy com certeza é a minha favorita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô tentando o máximo não julgar, porque não li o livro e nem vi o filme, mas confesso que o conceito não me agrada não. (Pra que mexer com Orgulho e Preconceito, gente? Já tava ótimo do jeito que tava, haha)

      Beijos!

      Excluir
  6. Adoreiii as escolhas! Peggyyyy a melhor, linda, inteligente e sabe o seu valor hahahaha
    Quero ser a Miss Carter quando crescer hahahaha
    Arrasou no post, ameiiii <3

    Beijosss, Chris Pereira
    http://blogdontstop1.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero ser a Peggy quando crescer! Admiro demais essa mulher, haha.

      Beijos!

      Excluir