15.2.16

O Quarto de Jack


24 filmes para 2016Tema: Que tenha passado no teste de Bechdel

room


O Quarto de Jack 
Dirigido por:
Lenny Abrahamson 
Elenco: Brie Larson, Jacob Tremblay 
Duração: 1h58
Gênero: Drama, Suspense

O longa conta a história de Jack (Jacob Tremblay), um menino de cinco anos que é criado por sua mãe, Ma (Brie Larson). Como toda boa mãe, Ma se dedica a manter Jack feliz e seguro e a criar uma relação de confiança com ele através de brincadeiras e histórias antes de dormir. Contudo, a vida dos dois não é nada normal: eles estão presos em um espaço de 10m². Enquanto a curiosidade de Jack sobre a situação em que vivem aumenta, a resiliência de Ma alcança um ponto de ruptura. Os dois, então, começam a traçar um plano de fuga. Ao mesmo tempo em que conta uma história de cativeiro e liberdade, O Quarto de Jack destaca o triunfante poder do amor familiar mesmo na pior das circunstâncias. [FILMOW]

Antes de falar do filme em si, queria explicar rapidinho o que é o teste de Bechdel.  Apareceu em uma história em quadrinhos de Alison Bechdel (por isso o nome), e para que um filme passe nele é necessário…

1. Ter pelo menos duas mulheres (com nomes);
2. Que conversem uma com a outra;
3. Sobre algo que não seja um homem.

Aqui tem uma lista com os filmes que passam no teste. E O Quarto de Jack é um dos aprovados porque a Ma/Joy fala com a mãe dela sobre como está se sentindo depois de tudo o que ela passou, e como isso até afetou a relação delas.

Agora falando do filme… Que agonia! A Joy foi sequestrada e passou sete anos trancada na casa desse homem. O Jack é filho dela e nasceu dentro do Quarto, e portanto ele não conhece nada do mundo exterior. O filme é narrado e visto do ponto de vista dele, e por ser uma criança, com bastante inocência até. Mas claro que dá pra entender o que acontece, e fiquei com um desespero tão grande em pensar que, mesmo nesse caso sendo ficção, isso já aconteceu de verdade.

Em alguns momentos, como durante a execução do plano de fuga, eu estava naquele estado de “ai Deus, não vou nem olhar!”. O filme também mostra como é a recuperação dos dois, depois de tanto tempo em cativeiro – e não vou nem mentir, não me aguentei em várias cenas e chorei mesmo. Achei muito bonita essa relação mãe e filho, como eles dão força um pro outro!

Só queria que tivessem mostrado mais da Joy, mas por ser do ponto de vista do Jack eu entendo essa limitação.

Não vou falar muito mais senão conto spoiler de tudo, mas queria ver esse filme desde que a Brie Larson ganhou o Globo de Ouro, e não me decepcionei! Foi muita emoção aqui, chorei, fiquei feliz, achei lindo. :)

10 comentários:

  1. Me emocionei só lendo sua resenha! Preciso começar a colocar minha lista em ordem... Ainda não vi nenhum filme que se encaixe nos temas! Hahahahaha!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ano eu tô tentando me organizar melhor, vamos ver se dá certo, haha.

      Beijos!

      Excluir
  2. Eu assisti esse filme e foi bem marcante, a atuação de Jacob Tremblay foi sensacional, ainda mais sendo uma criança ainda, já dá para ver o talento. Não consigo imaginar passando por uma situação igual a deles. Muito bom o filme.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei que o Jacob estava muito bom também, queria que ele tivesse sido mais reconhecido (cadê a indicação pro Oscar desse menino? haha). Gostei muito do filme, mesmo me dando essa agonia toda.

      Beijos!

      Excluir
  3. Beeaaaa! Preciso assistir esse filme logo, estou encontrando tantos elogios da história.. Que mesmo tendo uma temática forte, me atraiu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também vi um monte de gente falando bem, fui correndo assistir e não me decepcionei, achei o filme muito bom!

      Beijos!

      Excluir
  4. Eu estou louca pra assistir O Quarto de Jack e nem consigo imaginar o que vou sentir, porque me bate um sofoco lascado em lugares assim, pequenos e isolados. MAS, quero ver mesmo assim, porque só pela sinopse já consigo ver que é incrível <3.

    Adorei encontrar a resenha deste filme aqui, porque foi a primeira que li. Estou vendo todos falando sobre os mesmos filmes e foi super bacana encontrar O Quarto de Jack por aqui :]

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não sei se ajuda, mas pelo menos o quarto não me deu uma sensação de claustrofobia. É pequeno, mas nem tanto. Tenta assistir, se não te incomodar...

      E eu estava com uma vontade de ver esse filme, assim que terminei já fui montando o post, haha.

      Beijos!!

      Excluir
  5. Tô doida pra ver esse filmeee, socorr!
    Bia, te indiquei pra uma TAG no meu blog, da uma olhadinha quando puder, beijos!!
    http://www.aastronautademarmore.com/2016/02/tag-de-tudo-um-pouco.html ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, vou correndo lá ver a tag!! Obrigada! :D

      Beijos!!

      Excluir