20.2.16

DUFF – Livro e Filme


Eu participei de alguns sorteios desse livro, e só pra variar, não ganhei nenhum. (O marcador é muito fofo, eu ainda estou chateada, haha.) Mas é aquilo, estava no app do Kindle, decidi baixar a amostra só pra ver como é que era Duff e quando fui ver já tinha lido ele todo, num dia só.

Duff é um livro de Kody Keplinger, lançado esse ano aqui no Brasil pela Globo Alt. Nele acompanhamos Bianca Piper, uma adolescente que está no último ano do Ensino Médio. Ela difere de suas amigas loiras e magras e isso faz com que Wesley Rush – o babaca rico e pegador do colégio – a chame de DUFF, Designated Ugly Fat Friend, a amiga feia e gorda do grupo. A coisa toda só piora quando Bianca começa a ter alguns problemas com a família e acaba se envolvendo com Wesley como uma maneira de esquecer tudo – os momentos em que passava com ele a faziam escapar dessa realidade.

Fazia tempos que eu não me identificava com algum personagem, mas consegui me ver um pouquinho na Bianca. A menina meio chata que não vê a hora do Ensino Médio acabar, não é lá muito romântica, detesta demonstrações de afeto em público, não é fã de baladas e fica interessada nos caras inteligentes? Oi, muito prazer, haha! Várias coisas que a personagem dizia faziam com que eu me identificasse com ela.

Não que tudo tenha sido amores – achei que a Bianca podia ter se comunicado melhor várias vezes, com a mãe e o pai, com as amigas, até mesmo com o Wesley. Isso me irritou um pouco, vários problemas da personagem poderiam ter sido resolvidos se ela tivesse conversado mais com as pessoas.

Mas de pontos positivos, destaco toda a discussão interna da Bianca sobre o que é ser a DUFF e o que é ser uma vadia – o que nos dá o direito de julgar outra pessoa? Achei que a autora problematizou isso de um jeito bem interessante, o que faz o leitor passar pela mesma reflexão, e quem sabe, também aprender com a personagem. Além disso, a sexualidade de Bianca é um ponto importante e gostei bastante da postura dela, ela é informada, se protege e não fica se reprimindo. E até o Wesley, que se ignorarmos o comentário totalmente babaca com a sigla DUFF, parece ser decente com as meninas com que ele se envolve.

Adorei que no final a Bianca se manteve fiel a sua personalidade, mesmo após certos acontecimentos, ela se continuou a chata que não lá muito romântica, haha.

Achei o livro um amorzinho, então corri pra ver o filme, que está disponível na Netflix. Lançado ano passado, conta com Mae Whitman no papel de Bianca e Robbie Amell no de Wesley.

Você conhece, tem ou é

E, como adaptação, o filme só pegou o nome dos personagens e o conceito de DUFF mesmo. Sério, totalmente diferente! Isso não significa que é ruim. Eu diria que é só ignorar o livro e os atores que realmente não tem cara de que poderiam estar no Ensino Médio para poder aproveitá-lo, mas o filme aborda o tema do bullying (nesse caso o cyberbullying) de uma forma muito mais direta, o que eu achei interessante. É divertido, mas não deixa de ser aquela comédia romântica adolescente cheia do clichês que você já sabe como termina, rs. 

Alguém aí já leu Duff ou viu o filme? O que acharam? Para os que não conhecem, eu indico primeiramente o livro, que eu achei bem mais interessante, e o filme, se você só quiser passar o tempo. :)

16 comentários:

  1. Assisti o filme no netflix, gostei do filme, mas não me chamou muito a atenção... não sabia que havia um livro, vou procurar lê-lo, livros são infinitamente melhores e abrem melhor a pauta para a discussão.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o filme é legalzinho, mas realmente dá pra passar batido, né? Achei o livro bem mais interessante!

      Beijos!

      Excluir
  2. Estou há dias querendo assistir a este filme no Netflix, mas estava com medo de não gostar. Agora que já sei um pouco mais sobre a história acho que vou dar uma chance.
    Eu tenho birra de filme que não condiz com o livro, mas a vantagem é que a gente pode pensar que uma coisa não tem nada a ver com a outra e segue a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o jeito, ignorar que foi baseado num livro e tentar gostar só do que tá sendo apresentado, porque se ficar comparando não tem como ficar feliz, haha.

      Beijos!

      Excluir
  3. Não gosto muito do tipo de leitura mas confesso que fiquei curiosa, sua resenha me deu uma vontade de ler e assistir o filme! Já até coloquei aqui na listinha rs.

    Beijo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim, vê se você gosta :D

      Beijos!

      Excluir
  4. Ei Bia,
    então, eu vi Duff e assim como a Marta tmb não sabia que tinha o livro. Legal saber. Achei a história em algum limiar dos clássicos High School Movies do final dos anos 80, começo dos 90, mas com um quê um pouco mais contemporâneo, à lá Meninas Malvadas. Te admito que achei o fim meio clichê, mas achei a ideia de início interessante. Ao mesmo tempo em que eles tentaram desconstruir alguns clichês, acabaram errando a mão em outros...
    booooooooom, eu to super ansiosa para ver as suas indicações literárias lá da TAG e respondendo sobre a capa lindoza de Dragões de Éter, então, o livro teve uma nova edição e agora as cópias vem com novas capas, todas com esse outro estilo mais rpgista. Muito lindo, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o típico filme clichê que a gente já sabe como termina, haha. Gostei mais do livro. :)
      E achei a capa linda mesmo, até me interessei pra procurar mais sobre os livros, haha.

      Beijos!

      Excluir
  5. Um dia do nada eu resolvi ver Duff e fui surpreendida, achei que ia ser mais um filme bobinho mas eu gostei muito! e to bem curiosa pra ler o livro, quem sabe nao coloco na minha lista <3

    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta ler o livro sim, achei bem legal (e gostei mais do que do filme)! :D

      Beijos!

      Excluir
  6. Não sabia que tinha livro também! Vi o filme mês passado e gostei mais do que esperava. Apesar de ser um clichê adolescente e previsível o final, o filme me prendeu bastante. Já que você disse que o livro é diferente do filme e também mais interessante, vou procurar pra ler.

    Bjs
    oh, wow, lovely ❁

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É clichê, mas eu adoro esses filmes assim, nem nego, haha. Eu gostei bastante do livro, procura sim! :D

      Beijos!

      Excluir
  7. Eu assisti o filme, gostei mas não achei nada extraordinário. Mas não sabia que tinha livro (vergonha).

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que muita gente não sabia também, normal. Eu primeiro soube do livro, só descobri o filme porque falaram, haha.

      Beijos!

      Excluir
  8. Aah, quando fui no evento da Globo Alt falaram desse livro. E fiquei super curiosa, não vejo a hora de ler !!

    Beijos, Le.

    Refração Cultural

    ResponderExcluir