2.1.16

Considerações sobre o Reading Challenge


Ah, já estamos em 2016! E eu, felizmente, consegui completar o Reading Challenge que comecei lá em janeiro do ano passado – e mesmo naquela época, já achava que não ia terminar, haha.

“Ninguém começa um desafio não esperando cumpri-lo, mas me conhecendo, eu fico feliz se cumprir metade, haha. A ideia é voltar aqui de tempos em tempos com o meu progresso, então, espero que isso aconteça várias vezes.  :)”

A intenção era me fazer ler mais, estava em uma tremenda ressaca literária, e essa parte do desafio me motivava. Tanto que se tornou minha missão não largar pela metade!

Essa lista já teve dias melhores...

A grande dificuldade não era ler os livros em si, mas o tempo. Deveria ter me organizado melhor, ter determinado ler um livro por semana – mas isso era complicado, já que alguns livros eram longos demais, ou se arrastavam demais, ou eu simplesmente dava uma rara pausa entre um e outro. Tudo isso culminou para eu terminar o último livro ás 20h do dia 31.

E essa correria não foi muito legal, a tal da pausa não acontecia muitas vezes, já que eu terminava um livro e logo em seguida começava outro. Era só o tempo de escrever no post (que eu ia deixando no rascunho até completar 5 livros) o que eu tinha achado. E ás vezes eu só queria mais um tempinho pra curtir o que tinha acabado de ler, hahaha.

Eu montei a lista dos livros logo no começo do ano, e inclui os que eu já queria ler há algum tempo (e por algum tempo eu quero dizer “livros que eu comprei há uns 3 anos e ainda não li”) e pesquisei outros que se encaixavam nos temas do desafio. Achei isso muito legal, porque além de me fazer ler mais, me fez ler coisas que de outro jeito eu provavelmente não leria (como por exemplo, O Leitor, Capitães da Areia e os livros de não-ficção).

O lado negativo é que não conseguia ler os livros que eu queria ler, hahaha. Acho que uns 20 livros do 52 que li esse ano faziam parte de alguma série, e embora só alguns tenham me deixado com vontade de acompanhar, a continuação teve que ficar pra depois. Ou algum lançamento, algum outro livro que me recomendavam… Eu tentava ao máximo encaixá-los nos temas, mas só consegui com um ou outro e o restante tá aqui compondo a lista de leitura de 2016.

Pra concluir: foi uma ótima experiência, além de sair da ressaca literária, consegui cumprir certas metas de leitura e conhecer novas obras, ainda que tudo isso tenha sido um pouco estressante. Por mais que a lista do Reading Challenge 2016 seja interessante (e tenha menos livros!!), eu vou ser obrigada a passar, porque o de 2015 já me deixou com livros o suficiente pra ler esse ano, hahaha.

4 comentários:

  1. É tão bom quando conseguimos cumprir as metas né? Eu consegui cumprir algumas, mas estou iniciando este ano com 18 livros não lidos, alguns que estão há tempos na estante. Espero conseguir ler todos este ano, e muitos mais! Estou pensando em seguir a lista do reading challenge deste ano, ela está bem interessante, mas tenho que me planejar! Um beijo : *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei bastante feliz! :D E se eu for contar as continuações que quero ler, ainda fiquei com bastante livro pra ler, haha. Boa sorte com as suas leituras! \o/ E a lista é interessante, mas precisa se planejar mesmo, senão fica uma loucura.

      Beijos!

      Excluir
  2. Parabéns pelo desafio cumprido! <3 Eu adoro textos assim, são muito inspirativos.
    Quero ver o que vai rolar esse ano. (E depois quero ver essa lista ai, pra ver se encaro algum dia, já que praticamente só leio sci-fi!)
    Beijos Bea! <3
    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fiquei bastante feliz! E adoro ler as suas resenhas de livros sci-fi, sempre que tenho chance eu leio algum!

      Beijos!

      Excluir