27.4.15

Vingadores: Era de Ultron


  24 filmes para 2015Tema: Super-heróis


Tentando proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artificial que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron (voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.
(Título alternativo para esse post: Bia se importa demais com filmes de super-heróis.) 

Eu lembro que lá em 2012, eu assistia filmes de super-heróis, mas não ligava muito pra nenhum deles. Então quando fui assistir ao primeiro Vingadores, eu não tinha nenhuma  expectativa, mas nenhuma mesmo – sequer tinha visto os filmes do Homem de Ferro.

Isso mudou um pouquinho de figura quando eu vi Capitão América: O Soldado Invernal, que me fez deixar o cinema com vontade de entender mais sobre o assunto. Desde então, eu vi os outros filmes, li algumas HQs, criei expectativas para Vingadores e…

O filme foi legal. As cenas de ação estavam muito boas e o 3D deixava tudo melhor. Gostei bastante dos personagens novos – a Feiticeira Escarlate, o Mercúrio e o Visão(!!!). Me fez querer ter mais tempo pra poder me apegar de vez a eles (bom, ficou o gostinho para os próximos filmes). Pra mim, o Visão teve uma das melhores cenas, a que realmente gerou uma reação de todos na sala.

O vilão Ultron, no primeiro trailer, tinha realmente me causado “medo” (principalmente com a voz do James Spader), mas no filme, visto que ele é criação do Tony, ele acaba herdando muito do humor do “pai”, o que me tirou essa primeira impressão que eu tive do personagem.

Uma das promessas que tinha me deixado bastante ansiosa era a de que o Gavião Arqueiro teria mais destaque. Gosto bastante do personagem, já que a HQ dele foi a primeira que eu li, e era triste ver quão pouco tempo ele teve no primeiro filme. E ele realmente teve mais participação aqui. Teve uma fala dele que me lembrou tanto o Clint Barton da HQ!

Nós estamos lutando contra um exército de robôs,
e eu tenho um arco e flecha.


Mas nem tudo foi como eu queria…
Desde o primeiro filme eu venho torcendo para que o Gavião Arqueiro e a Viúva Negra ficassem juntos. E tudo parecia estar indo por esse caminho, já que além dos Vingadores eles tinham uma história nos quadrinhos, ela ficou usando um colar com pingente de flecha em Capitão América… Pois é, nunca pensei que seria otária. Fui otária.

Nos trailers eles já mostravam que o romance ia ser Viúva Negra/Hulk. Eu quis que não fosse verdade. Isso também acabou refletindo na história do Clint (como se para provar que ele e a Natasha juntos = de jeito nenhum!), mas até que foi ok, foi fofo, eu acabei gostando e ele e a Nat são próximos, ainda que não do jeito que eu queria.

Agora a Viúva com o Hulk… Me pareceu forçado. E aleatório – pra mim aconteceu do nada. Eu lembro que os diretores de Capitão América 2 (os irmãos Russo) não quiseram incluir um romance no filme deles porque era desnecessário e prejudicaria o desenvolvimento dos personagens, só pra chegar nesse aqui e o Joss Whedon decidir fazer justamente o contrário.

Fiquei bastante decepcionada porque esperava mais da história da personagem (o primeiro trailer me deu tanta esperança de que fossem falar mais sobre o passado dela!) e o que vi foi 90% das cenas dela sendo sobre esse relacionamento que não fez muito sentido. (O que é uma pena, porque eu também gosto muito do Hulk/Bruce Banner.)

Outra coisa que eu não consegui ignorar (ao contrário do filme), foram os acontecimentos que o antecederam. Coisas importantes, mas que aqui são rapidamente mencionadas – e isso se são mencionadas! Sei que são histórias diferentes, com equipes diferentes, mas a intenção não é de estar tudo num mesmo universo?

A conclusão que eu tiro é que o filme foi legal. E só. Deu pra me divertir nas duas horas, tiveram algumas cenas boas. Eu ainda vou rever quando sair dos cinemas, mas não acho que vai diminuir minha decepção com alguns pontos. Capitão América: O Soldado Invernal continua sendo o meu favorito da Marvel, e eu só rezo para que os irmãos Russo façam um bom trabalho nos últimos Vingadores.

4 comentários:

  1. Estou pinicando de tanta ansiedade pra ver esse filme, embora aquelas amiguinhos já tenham me dado spoiler de tudo. Eu ainda oro pra que algumas coisas que você disse não gostar me pareçam fantásticas no decorrer do filme. Provavelmente acharei que poderia ter sido bem melhor, sempre ocorre quando eu crio uma grande expectativa, mas...

    Beijos,
    http://s-something.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que o grande problema foi realmente essa história de criar expectativa, viu? Mas não se preocupa não que o filme ainda tem ótimos momentos! :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Estou MUITO querendo ver esse filmeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
    Não vou mais em cinemas, porque em minha cidade, além de a moda de filme dublado ter pegado feio mesmo =S, o povo liga celular dentro das salas e isso me irrita MUITO, mas MUITO mesmo, como tocar uma buzina bem perto do ouvido xD. E eu sou beeeeeeem miope, nunca vejo nada 3D xD. Enfim xD
    Esperarei pra ver *-* de todos os modos.
    Um beijooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu até assisto dublado se não tiver outra opção, mas já acostumei tanto com o legendado. Nossa, e celular me irrita muito também, mesmo que não esteja tocando, só o fato da luz ficar acendendo, ugh!!
      Acho que vale super a pena esperar e ver no maior conforto. :)

      Beijos!

      Excluir