28.1.15

O Que Tenho Amado Nessas Férias


Ah, férias! Época boa! E nesse mês eu sinto a necessidade de buscar mais formas de entretenimento do que no resto do ano. Dentre as coisas que eu “achei”, tem algumas que eu preciso destacar.

Marvel's Agent Carter

Peggy Carter apareceu no primeiro filme do Capitão América (ela era o interesse amoroso dele, lembram?) e depois lançaram um curta mostrando como ela estava se saindo depois do fim da guerra – sendo subestimada pelos homens machistas de seu departamento, mas ainda assim sambando na cara de todos.
Eu sou a única pessoa que eu conheço que estava ansiosa por essa série (infelizmente). Ela segue a mesma linha Peggy being awesome do curta e não me decepcionou nem um pouco, em seis minutos do primeiro episódio eu já estava amando. Além da própria protagonista, tem outros personagens muito legais, como o Jarvis (o de verdade, que inspirou o Tony depois!) e o Howard Stark.  Vai ser curtinha, com oito episódios, mas eu já quero várias temporadas. ♥


 The Last of Us

Eu sou péssima jogando e nunca tinha tido um console antes, mas vi alguns gameplays e fui convencida de que esse eu precisava jogar. Depois de ter adquirido um Playstation 3, eu passei alguns vários dias ocupada com o jogo, usando toda minha experiência nessas situações (nenhuma). O que foi bastante interessante, porque The Last Us tem aquela premissa básica de “apocalipse zumbi, o que sobrou dos humanos luta pra sobreviver” e só os presentes enquanto eu jogava sabem dos surtos que eu tive quando algum infectado me atacava.  Mas claro que o jogo não se resume só nisso e eu já estou com dó de ter que me despedir do Joel e da Ellie (os protagonistas).
Estou feliz porque foi o primeiro jogo que eu fechei no (meu primeiro) console (vou desconsiderar o tempo desnecessário que eu gastei “morrendo” em toda parte complicada, shh). Estou aceitando recomendações de jogos se alguém as tiver!


Spotify

Sei que o Spotify já não é novidade por aqui, e acho que tenho usado desde quando ele apareceu no nosso Brasil, mas é muito amor por esse aplicativo. Durante o dia a dia, eu normalmente coloco uma playlist para tocar e vou ouvindo durante o meu trajeto pra faculdade, mais por ouvir qualquer coisa do que não ouvir nada. É quando eu tenho mais tempo que eu vejo o quanto me facilita a vida. Quero ouvir uma música que eu não ouvia faz tempo e nem a tenho no celular? E essa daqui que eu não ouço há anos mas tenho dó de excluir por que vai que dá vontade? Só procurar no aplicativo. Já organizei minhas playlists, sincronizei o que eu não achei na biblioteca deles, salvei o que tinha que salvar offline. Ainda estou procurando defeitos. Ser pago conta? Ou então as propagandas no gratuíto? Definitivamente as propagandas.


 1989

1989 Eu tinha uns 12 anos na primeira vez que ouvi falar de Taylor Swift, com sua Teardrops on My Guitar. Eu ouvi mais algumas vezes e larguei pra lá. Claro que ela foi ficando mais famosa e não era difícil conhecer algumas de suas músicas – mas era isso, eu conhecia Love Story, mais algumas duas e olhe lá. Me mantive assim até o tal do 1989, que foi lançado ano passado. Começou com Welcome to New York  – que eu fui ouvir dizendo a mim mesma que estava com saudades da cidade –, passou por Style e Wildest Dreams e culminou comigo e minha amiga cantando Blank Space num karaokê no meu aniversário.
Antigamente isso teria ido direto pra categoria guilty pleasure e eu nunca contaria pra ninguém. Mas é uma tamanha besteira, não? Ficar podando seus gostos só por causa do que os outros possam pensar. Acho que já passei da idade pra ficar me preocupando com isso. :)
Enfim, não virei fã da Taylor (não bateu a vontade de ir ouvir toda a discografia dela), mas estou gostando bastante do 1989.


E aí, alguém tem mais alguma dica?

4 comentários:

  1. Da sua lista eu conheço o aplicativo Spotify, e confesso que não consegui me adaptar. E aaaamo o 1989 da Taylor!

    Beijos, Fran Canone. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Fran, eu já estou quase num relacionamento sério com o Spotify, haha!! E tive que me render ao 1989!!

      Beijos!

      Excluir
  2. Cara, The Last of Us foi o meu favorito de 2013 (e olha que sou apaixonada por Tomb Raider, mas a Lara que me perdoe!). Preciso muito baixar a última expansão pra jogar!!

    http://blog.fernandafusco.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero muito jogar Left Behind, mal terminei o jogo e estou com saudade dos personagens! E Tomb Raider é bem legal também, eu comecei a jogar o último no pc e acabei desistindo porque quero jogar no console, haha.

      Beijos!

      Excluir